20ª Mostra da Produção Universitária inicia nesta quarta-feira, 24
24/11/2021 09:19 em Variadas

Inicia nesta quarta-feira, 24, a Mostra da Produção Universitária (MPU). Em sua 20ª edição, o evento acontecerá no formato online pelo segundo ano consecutivo, com as atividades que compõem o formato original adaptadas à modalidade remota. A programação será realizada de forma síncronas e assíncrona através de apresentações, atividades culturais, oficinas e debates. A Mostra traz como tema “Entre memórias e reinvenções: resistências que transformam”.

A MPU se caracteriza como o principal evento da FURG, pois engloba todos os segmentos da universidade e comunidade externa. “É um ano emblemático para todos nós, um número simbólico, vigésima edição da MPU, que nasceu da integração de um conjunto de eventos que eram feitos em separado na nossa universidade. A Mostra integra o Congresso de Iniciação Científica, o Seminário de Extensão, o Encontro de Pós-graduação, o Seminário de Ensino e os mais jovens, o Simpósio de Cultura e o Salão de Indissociabilidade. Seis eventos compõem a 20ª MPU e que este ano tem a coordenação da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proexc), sendo o ano da extensão universitária”, enfatiza André Lemes, diretor de Extensão da FURG.

 

Programação

“A MPU é o conjunto desses eventos com o foco na participação dos estudantes tanto da nossa universidade quanto de instituições que se inscreveram para participar com a apresentação de seus trabalhos de ensino, pesquisa, extensão, cultura e inovação tecnológica”, destaca Lemes.

A solenidade de abertura acontece no dia 24, às 9h, pelo canal do Youtube da FURG e contará com a palestra “A inserção da extensão nos currículos: desafios e perspectivas”, com a professora e Pró-reitora de Extensão, Maria Santana Ferreira dos Santos Milhomem, da Universidade Federal do Tocantins (UFT). “Escolhemos esse tema pois tem a cara da Mostra, que é essa integração entre a extensão e o ensino, e dialoga com uma tarefa que estamos realizando com as unidades acadêmicas e com a comissão que trata desse tema”, afirma o diretor de Extensão.

O restante da programação acontece nos turnos manhã, tarde e noite com as apresentações de trabalhos de cada um dos eventos e as oficinas. Além disso, a Mostra terá uma programação paralela com atividades da inovação tecnológica, da cultura, entre outras.

A MPU conta ainda um show de encerramento com apresentação artística-cultural de Kako Xavier e a Tamborada, na sexta-feira, 26, às 21h30 com transmissão pelo canal do Youtube da FURG.

No site da Mostra pode ser acessada a MPU Cultural, onde consta duas exposições virtuais, “Espelhos do Amanhã de Ane Ramos”, que retrata idosos moradores dos asilos e casas geriátricas de Santo Antônio da Patrulha e o “Minuto Poético”, sarau estudantil em que, por vídeo, são declamadas poesias em até um minuto.

Homenagens

A homenageada dessa vigésima edição é a professora Rita Patta Rache. “Na manhã do dia 24, na solenidade de abertura faremos o destaque aos nossos homenageados. Além da docente homenageada desta edição, teremos 13 menções honrosas, que foram indicados pelos nossos colegas por cada uma das unidades acadêmicas como extensionistas”, conta o diretor de Extensão.

Acesso

O acesso às atividades será de moto remoto assim como na edição anterior, porém nesse ano a organização do evento traz a novidade de que as salas de apresentação de trabalho estarão integradas ao ambiente AVA FURG – que já é um ambiente que os estudantes têm utilizado para suas aulas remotas durante o período emergencial. As salas e os fóruns já estão criados, os trabalhos já estão postados, assim, a partir dessa quarta-feira, 24, todos os inscritos na 20ª MPU já poderão interagir no ambiente virtual de aprendizagem.

Outro espaço de interação será um ambiente síncrono através de uma sala de videoconferência Google Meet, os links estão disponíveis em cada sala virtual do AVA FURG, onde acontecerão as conversas e considerações sobre os temas apresentados.

Tema

O tema dessa edição ‘Entre memórias e reinvenções: resistências que transformam’, faz referência a toda a história do evento. André Lemes, explica a escolha do título, “Memórias porque somos feitos de história e a MPU ao longo de suas edições vêm contado a história da produção universitária. Reinvenções porque a cada ano nos reinventamos, o conhecimento acadêmico se transforma e especialmente nesses últimos dois anos com a pandemia, a MPU como um todo se reinventa para esse formato remoto, dialogando com as necessárias intervenções que o momento exige. E Resistência porque somos sempre resistência, aos ataques à universidade, à produção do conhecimento científico e é essa resistência que nos transforma e impulsiona a cumprir nosso papel enquanto instituição pública produtora de conhecimento em benefício da sociedade”.

“Assim, nosso título foi pensado com essa intenção, de fazer o resgate da produção acadêmica através da MPU e dizer que esse conhecimento está à disposição da sociedade e que não é meramente um conjunto de apresentações de trabalhos ”, finaliza Lemes.

A 20ª Mostra da Produção Universitária recebeu a inscrição de 549 ouvintes, 1.489 trabalhos e 16 oficinas.

Asssessoria -FURG

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE