Vigilância identifica 70 focos do mosquito da Dengue no município
04/05/2022 20:13 em Variadas

A Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde identificou mais cinco focos do mosquito aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zyka e Chikungunya, elevando para 70 o número em Rio Grande. Além disso, a Vigilância aguarda o resultado de seis casos suspeitos de Dengue no município, cujas amostras estão sendo analisadas pelo Laboratório Central (Lacen) em Porto Alegre.
Os cinco novos focos foram encontrados em pontos estratégicos da área do Distrito Industrial. Conforme a coordenadora da Vigilância Ambiental, Márcia Pons, esses pontos são locais visitados a cada 15 dias.
Essa semana, as visitas dos agentes de endemias continuam sendo realizadas nos bairros Cidade Nova, São Miguel e Hidráulica. Nesses bairros, os agentes vistoriam em busca de novos focos e orientam os moradores para descartar o lixo em locais apropriados, manter as piscinas tratadas durante todo ano, retirar pneus e colocá-los em local coberto, realizar com frequência a limpeza de calhas, manter ralos fechados e caixas d’água sempre fechadas, a fim de evitar condições favoráveis como criadouro para os mosquitos transmissores.
A Vigilância orienta para o uso de repelente, principalmente, nas primeiras horas da manhã e no final da tarde, pois é neste horário que a fêmea do aedes procura picar. Em caso de sintomas relacionados à dengue, como dores de cabeça atrás dos olhos, dores nas articulações, febre e coriza, a orientação é para procurar um médico, caso resida em área de risco no Centro, Cidade Nova, Distrito Industrial, Vila Maria, São Miguel, São João, Castelo Branco, Nossa Senhora de Fátima, Porto Novo, Bernadeth, Profilurb, Aeroporto, Junção e Santos Dumont.

 

—————————————————————————————-

Assessoria de Comunicação Social

Prefeitura Municipal do Rio Grande

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE