Roubo de veículos volta a quebrar recorde de redução, com menor número em 20 anos
12/05/2022 13:54 em Variadas

Entre os principais crimes contra o patrimônio, o roubo de veículos teve nova queda recorde em abril. Foram 328 casos em todo o Estado, 23% menos que os 426 registrados no mesmo mês em 2021 – o dado atual é o menor já contabilizado desde o início da série histórica para o mês, em 2002. No acumulado, o cenário é semelhante. Houve redução de 20,9% em relação ao período de janeiro a abril do ano passado, com queda de 1.936 ocorrências para 1.532. Comparado com o pico, em 2017, quando 6.649 condutores tiveram seus veículos levados por assaltantes nos quatro primeiros meses do ano, a marca de 2022 representa retração de 77%, ou 5,1 mil roubos de veículos a menos.

Card do gráfico de roubo de veículo no RS em abrilCard com o gráfico de roubo de veículo no RS de janeiro a abrilCard com gráfico do impacto do programa RS SEGURO na queda de roubo de veículo

Esse indicador também ressalta o impacto do foco territorial adotado pelo programa RS Seguro. Entre as 404 ocorrências reduzidas no primeiro quadrimestre de 2022 em relação ao mesmo período do ano anterior, o grupo de 23 municípios priorizados respondeu pela diminuição de 354, o que equivale a 87,6% do total – ou seja, quase nove a cada 10 casos que deixaram de acontecer.

Sozinha, a Capital puxou quase metade da retração nos roubos de veículos no acumulado de janeiro a abril em todo o Rio Grande do Sul. Frente a igual período do ano passado, Porto Alegre teve 170 ocorrências a menos, baixando de 786 para 616, uma queda de 21,6% para o menor total contabilizado desde 2010.

Card do gráfico de roubo de veículos em Porto Alegre de janeiro a abrilPOA   abril   roubo de veículos

Na leitura isolada de abril, a cidade também registrou diminuição no número de casos, que passaram de 171 para 126, uma baixa de 26,3%. Diante do pico de ocorrências em 2018, antes do lançamento do RS Seguro, quando 763 condutores de Porto Alegre tiveram seus veículos levados por criminosos, a marca atual, além de ser a menor da série histórica, representa uma retração de 83,5%.

Secom-GOV RS

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE