Forças de segurança desencadeiam a maior operação integrada de combate ao furto de fios e cabos na capital
08/06/2022 18:02 em Variadas

Após uma sequência de prejuízos em parques e praças da capital, devido ao furto de cabos de energia, a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) e a Prefeitura de Porto Alegre criaram uma força-tarefa de combate à receptação e à comercialização desses materiais. Nesta quarta-feira (8/6), foi desencadeada a primeira Operação Integrada contra esse tipo de crime na capital.

A ação exigiu um mês de planejamento e levantamento de dados pelo Departamento de Inteligência da Segurança Pública (Disp) da SSP, nos quais foram identificados 15 alvos para fiscalização. Ao todo, 231 agentes participaram da operação em aproximadamente 100 viaturas. Foram mobilizados policiais militares do Comando de Policiamento da Capital (CPC), do Comando de Policiamento de Choque (CPChq), da operação com cães e do Comando Ambiental da BM (CABM), policiais civis da Delegacia de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio e Serviços Delegados (DRCP), vinculada ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), servidores do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) e agentes da SSP. Também se integram à ação fiscais da prefeitura, servidores da Guarda Municipal de Porto Alegre, da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Três equipes técnicas do grupo CEEE Equatorial participaram da operação conjunta com as forças de segurança para fiscalização dos estabelecimentos e verificação de eventuais casos de furto de energia.

O secretário da SSP, coronel Vanius Cesar Santarosa, o prefeito da capital, Sebastião Melo, o secretário municipal da Segurança Pública, coronel Mario Ikeda, o subcomandante do 9⁰ Batalhão de Polícia Militar (9⁰ BPM), major Fábio da Silva Schmitt, e o titular da DRCP, delegado Luciano Peringer, participaram do briefing de início das atividades, realizado em armazém no Cais do Porto.

O titular da SSP enfatizou a importância da integração em um caráter pedagógico para coibir esses crimes. "Mostrar a presença do Estado e a integração com o município é um recado muito importante para a sociedade, pois representa nosso empenho no combate aos crimes patrimoniais que afetam toda a população. Esta é primeira etapa de uma ação que será constante e irá nos ajudar a construir um projeto para alterações pertinentes na legislação", afirmou o coronel Santarosa.

Combatefurtocabos20
Além de fios de cobre recolhidos, luminárias que haviam sido furtadas no Parcão e no Centro Histórico também foram localizadas - Foto: Gregori Bertó / SSP

Até o início da tarde, três foragidos foram capturados e mais um suspeito, preso. Dois ferros-velhos foram interditados. Além de fios de cobre recolhidos, luminárias que haviam sido furtadas no Parcão e no Centro Histórico também foram localizadas. A identificação dos materiais foi confirmada por técnicos da concessionária IPSul.

O prefeito Sebastião Melo reforçou o empenho das autoridades para qualificar o combate à criminalidade. “Esta união de esforços entre os operadores de segurança é muito importante para reprimir a receptação e a comercialização ilegal de fios e cabos. Esta operação integrada será rotineira e vamos ainda enfrentar o aspecto social do problema, que envolve o consumo de drogas”, disse o prefeito.

Secom - GOV RS

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE